Então você cadastrou-se, preencheu seu perfil e está pronto para começar sua jornada pelo Tandem, mas o que exatamente é um intercâmbio do Tandem e como ele funciona? Aqui estão algumas ideias para você começar:

  1. Encontre um parceiro adequado para o Intercâmbio de Idiomas

Navegue pelos usuários encontrados na seção ‘Encontrar Conversas’ e dê uma olhada nos tópicos que outros membros publicaram. Selecione os tópicos que interessam a você, para ter algo em comum com seu parceiro em potencial.

  1. Envie algumas mensagens

Depois de encontrar alguns perfis interessantes, envie mensagens para eles, apresente-se e diga sobre quais tópicos você quer falar. Diga a eles qual idioma você quer praticar e faça perguntas simples sobre onde eles moram ou alguma coisa do interesse deles.

  1. Crie algumas regras básicas

Quando você recebe respostas, crie regras simples com o seu parceiro no Tandem. Pergunte quanto tempo ele quer conversar e com que frequência. Aprender uma língua estrangeira requer frequência e regularidade. É melhor estudar várias vezes por semana por 30 minutos, do que 2 horas uma vez por semana. Defina uma meta de 5 minutos para cada idioma. Fale no seu idioma alvo por 5 minutos enquanto seu parceiro ouve, e então troque. Ajudem um ao outro e corrija-o se ele escorregar no idioma.

  1. Inicie uma chamada de vídeo

Você está pronto para fazer sua primeira chamada de vídeo no Tandem. Você terá os melhores resultados com a chamada de vídeo, pois ela permite a você ouvir o idioma e usar a linguagem corporal para expressar-se. Lembre-se das regras que você definiu anteriormente e não tenha medo de cometer erros!

  1. Prepare material para a sua próxima conversa

Certifique-se de ter algumas ideias para a sua próxima conversa. Ou mesmo uma lista de perguntas que você deseja ter as respostas. No início, apenas conhecer um ao outro já vai ser interessante, mas, no futuro, tente diversificar os assuntos para discussão. Para que as sessões de intercâmbio sejam realmente empolgantes e a sua troca de idiomas valha a pena, evite a monotonia, seja criativo!

Perfeito Intercâmbio Linguístico no Tandem

O nome Tandem vem do método tandem – uma forma cientificamente comprovada de praticar um idioma.

Nós pedimos as melhores dicas da incrível Tandem Fundazioa – equipe que criou esse método de prática linguística – para você poder fazer o melhor proveito possível da sua experiência tandem!

Como funciona um intercâmbio de idiomas?

Em um intercâmbio de idiomas, ou tandem, você precisa de um parceiro que fale a língua que você quer aprender e que queira aprender a língua que você fala. Vocês, então, dividem o tempo acordado em dois e em uma parte seu parceiro aprende e pratica o seu idioma e na outra ele te ajuda a aprender o dele.

Em um tandem, você alterna entre ‘quem aprende’ e ‘quem ajuda a ensinar’. Você não precisa de qualificação de ensino pra isso – só um bom conhecimento do seu idioma e paciência 🙂

Tandens me ajudam a aprender uma língua?

Sim! Intercâmbios linguísticos são a melhor forma de começar a falar com maior rapidez e obter mais autoconfiança.

Tandens são especialmente bons para:

  • Aprender novas palavras
  • Melhorar sua compreensão do idioma
  • Aprender a se expressar facilmente com poucas palavras
  • Aprender sobre outras culturas

Qual nível de idioma eu preciso para um tandem?

Tradicionalmente, tandens funcionam melhor para quem já está em um nível intermediário ou superior. Nós acreditamos que é no nível intermediário que você começa a usar o pretérito corretamente.

Porém, tandens podem ser muito úteis para principiantes. No aplicativo do Tandem existem diversas ferramentas que você pode usar para ajudar a entender seu parceiro e para se fazer compreender – traduções, emojis, imagens e o corretor são algumas delas.

Como devo me preparar para um intercâmbio linguístico?

Para o seu primeiro intercâmbio você pode fazer algumas breves anotações. Pense sobre:

  • O assunto sobre o qual você quer falar
  • Os materiais que você precisa (imagens, tirinhas, artigos, músicas, curtas, etc.)

Vale lembrar que tandens devem replicar conversas da vida real. Você prepararia várias anotações antes de ir falar com um amigo na vida real? Provavelmente não. Então não tenha medo de mudar de assunto ou de falar sobre algo novo se vocês dois se sentirem confortáveis.

Quais tópicos são bons para intercâmbio de idiomas?

Uma das melhores coisas do Tandem é que você não está limitado aos tópicos dos livros de estudo – você pode falar sobre tudo! Aproveite a oportunidade e seja criativo.

Aqui estão algumas ideias pra te colocar no ritmo:

  • Seu trabalho ou universidade, onde você vive ou viveu, seu tempo livre, festas, hábitos, planos para o futuro
  • Interesses em comum (esportes, moda, música, filmes, hobbies, bichinhos de estimação)
  • Coisas que você fez (suas últimas férias, primeira viagem sem seus pais, primeiro amor, o melhor ou pior dia da sua vida) ou que imagina para o futuro (onde você quer estar em dez anos, o que um biógrafo escreveria sobre você, quem você poderia ter sido numa existência paralela)
  • Assuntos atuais que sejam particularmente relevantes ao seu país (comida é sempre um bom pra começar!)

Quanto tempo um tandem deve durar?

Fale (ou troque mensagens) por um período fixo de tempo, meia hora em um idioma e depois meia hora no outro. Pode ser bom planejar isso com antecedência com o seu parceiro.

Para principiantes pode ser exaustivo falar em uma língua estrangeira. Nesses casos é melhor começar com trocas mais curtas de 10 ou 15 minutos, e ir aumentando o tempo aos poucos até os dois poderem praticar por meia hora cada um.

A coisa mais importante é que os dois tenham a mesma quantidade de tempo para praticar os idiomas em questão. Dessa forma os dois podem treinar igualmente e nenhum idioma domina a conversa. Senão acaba deixando de ser um intercâmbio linguístico e vira uma aula particular onde um só aprende sem ensinar em troca.

Como posso garantir que meu parceiro me entenda?

Fale de forma clara, mas naturalmente. Aprender gírias atuais e formas naturais de construir frases é um dos grandes benefícios de fazer intercâmbio linguístico com um nativo!

É importante evitar frases muito longas que possam confundir seu parceiro, mas evite falar de forma infantil a qualquer custo. Seu parceiro que aprender a falar como uma pessoa normal, então fale como uma para dar um bom exemplo 🙂

É uma boa ideia traduzir?

A não ser que você queira praticar tradução, não é muito eficaz pular de uma língua para a outra durante um intercâmbio de idiomas. Tente usar apenas o idioma em questão quando estiver falando.

Por exemplo, se o seu parceiro não entende uma palavra imediatamente, explique para ele usando o idioma em questão ao invés de traduzir. Se você traduzir, é capaz de vocês acabarem usando a língua que os dois falam melhor e esse idioma vai acabar dominando.

Ao invés de traduzir palavras, tente descrevê-las para o seu parceiro usando:

  • Sinônimos: passear = caminhar
  • Antônimos: amargamente <-> docemente
  • Exemplos da mesma categoria: tangerina -> laranja, limão
  • Derivações: folha -> folhagem
  • Associações: praia e férias
  • Palavras compostas: couve-flor
  • Comparações ou referências ao indivíduo: ‘Você tem olhos cor de mel’

Quantas correções devo fazer?

Algumas dicas sobre correção…

  • Decida o que é mais importante no início da conversa
  • Anote os erros enquanto estiver falando com seu parceiro
  • Use a palavra/frase que o seu parceiro falou errado em uma frase naturalmente. Isso dá um bom exemplo de como falar corretamente.
  • Discuta os erros no final da conversa
  • Envie correções por mensagem após uma conversa de vídeo para que seu parceiro possa revê-las

Essas dicas são especialmente importantes para quem é do nível intermediário pra baixo, porque ao corrigir absolutamente tudo, você pode seriamente minar a autoconfiança deles.

Para quem está mais avançado, é melhor focar em frases que poderiam ser mais naturais e em corrigir hábitos ruins que eles possam ter adquirido com o tempo!

Como faço para lembrar de vocabulário novo?

Ahh, todo mundo tem problema com isso! Aqui estão alguns métodos que podem ajudar:

  • Escreva as palavras e olhe pra elas algumas vezes por dia
  • Diga as palavras em voz alta – cantar, gritar ou sussurra-las pode ajudar!
  • Destaque similaridades com palavras no seu próprio idioma
  • Aprenda uma palavra junto com seu antônimo
  • Expresse-as visualmente (faça uma flor usando o ‘o’ de ‘a flor’)
  • Forme frases ou encene algo com elas
  • Acrescente referencias à outras palavras (férias – praia – água viva)
  • Ordene e separe as palavras em grupos ou listas

Mais alguma dica?

Com intercâmbios linguísticos, você ganha uma perspectiva local da vida em outro país. Você também descobre como outras pessoas veem o seu país e sua cultura! Essa experiência é incrível, mas esteja pronto para os possíveis desafios que vem junto com isso.

Seja paciente, amigável e aberto. Você pode se surpreender positivamente.

E lembre-se de aproveitar!

 

Jürgen Wolff, according to ’13 Tandem-Tipps’, Ed. by alpha&beta, © TANDEM® Fundazioa, Donostia / San Sebastián, 2012